Revoluções por minuto na saúde contra o Coronavírus


O Conselho Estadual de Saúde de São Paulo deu um grande passo para o enfrentamento a pandemia Coronavírus no ultimo dia 13 de julho (dia mundial do Rock), que foi aprovar a instalação de dois grupos de trabalhos cruciais para esta missão; o Grupo de Trabalhos de Vigilância Sanitária, Farmacoepidemiologia e Imunizações (GT VSFI) e o Grupo de Trabalhos de Praticas Integrativas e Complementares em Saúde (GT PICS). Ambos, fruto dos trabalhos emanados na Comissão de Políticas de Saúde e Acompanhamento dos Instrumentos de Planejamento do SUS, e sob a responsabilidade destes atores em defesa do vida e em defesa do SUS; comissão que tem a frente o nosso camarada Diretor de Saneamento e Meio Ambiente da FACESP, Alaor Vieira (Conselheiro Estadual de Saúde, representante dos Usuários do SUS).

O GT VSFI nasce com o objetivo de cumprir com a Lei Orgânica da Saúde 8.080/90 (Art. 13) no que dispõe sobre a instalação das Comissões obrigatórias e permanentes para que tenhamos saúde e alcancemos o nosso direito à saúde, de sermos e estarmos saudáveis; porém, ele nasce com um acréscimo de responsabilidades assumindo o formato para se tornar a futura Comissão Intersetorial de Vigilância em Saúde (que engloba a Vigilância Sanitária, Vigilância Epidemiológica, Vigilância de Saúde Ambiental, Vigilância de Saúde do trabalhador e trabalhadora e com apelo em Imunizações – vacinas preventivas e no objetivo de fortalecer aos trabalhos em prol da vacina contra o COVID-19).

A Vigilância em Saúde é responsável por ações de vigilância, prevenção e controle de doenças transmissíveis, pela vigilância de fatores de risco para o desenvolvimento de doenças crônicas não transmissíveis, saúde ambiental e do trabalhador e também pela análise de situação de saúde da população brasileira.

Diante do novo contexto, em que diferentes estratégias e tecnologias são incorporadas às ações de saúde pública, a vigilância em saúde passa a ser entendida como um processo contínuo e sistemático de coleta, consolidação, disseminação de dados sobre eventos relacionados à saúde, que visa ao planejamento e à implementação de medidas de saúde pública para a proteção da saúde da população, a prevenção e controle de riscos, agravos e doenças, bem como para a promoção da saúde.

Fonte: Ministério da Saúde (MS)

O GT PICS, nasce em atenção para com a Recomendação CNS nº 41/2020; e pra além de apoiar a implantação e implementação das práticas integrativas e complementares em saúde, temos dentre as tarefas a criação e implantação do “Fórum Paulista de conscientização e debates sobre as PICS”; trabalho este que já se encontra em fase bastante avançada pela militância dos movimentos de saúde coletiva e preventiva. Está criada a Rede PICS SP, e avançamos na próxima semana para a criação da Rede PICS RJ e já temos identificadas lideranças, pesquisadores e atores destas práticas em todas as regiões de saúde de todo território deste Estado; em números somos 144 (cento e quarenta e quatro) protagonistas até a data de ontem 17 de julho.

“As Práticas Integrativas e Complementares (PICS) são tratamentos que utilizam recursos terapêuticos baseados em conhecimentos tradicionais, voltados para prevenir diversas doenças como depressão e hipertensão. Em alguns casos, também podem ser usadas como tratamentos paliativos em algumas doenças crônicas.”

“Atualmente, o Sistema Único de Saúde (SUS) oferece, de forma integral e gratuita, 29 procedimentos de Práticas Integrativas e Complementares (PICS) à população. Os atendimentos começam na Atenção Básica, principal porta de entrada para o SUS.”

“Evidências científicas têm mostrado os benefícios do tratamento integrado entre medicina convencional e práticas integrativas e complementares. Além disso, há crescente número de profissionais capacitados e habilitados e maior valorização dos conhecimentos tradicionais de onde se originam grande parte dessas práticas.”

Acesse a Fonte clicando Aqui.

Nessa tarefa, contamos com o apoio de toda a sociedade e da comunidade. Assim também, a FACESP vem convidar a todas e todos a compor para com estes dois importantíssimos grupos de trabalhos, para que, o quão antes possamos voltar a uma desejada normalidade de convívio social. Para mais informações, podem entrar em contato com o Coordenador da Comissão de Políticas, Alaor Vieira no telefone (11) 98440-2916.

FACESP em Defesa da Vida, em defesa da Saúde contra o Coronavírus. Em homenagem ao “Dia Mundia do Rock”, provocamos junto com o Conselho Estadual de Saúde de São Paulo, Revoluções Por Minuto ( em alusão a música do RPM – Revoluções por Minuto – Paulo Ricardo, Luiz Schiavon ).

Compartilhe agora com seus amigos

Notícias Relacionadas

veja também em nosso site

Galeria de Fotos

Galeria de Fotos